GRATIDÃO DE FILHOS

UM POVO SEM COMUNHÃO

Estamos vivendo tempos difíceis, tempos trabalhosos.

Provérbios 28:12: “Quando os justos triunfam, há grande glória; quando os ímpios tomam o poder, o povo corre em busca de um lugar para se esconder.…”

 

Tempo de ingratidão: sem zelo com as almas, sem zelo pelos irmãos em Cristo.

A INGRATIDÃO ESTÁ EM NOSSA VIDA. PRECISAMOS VENCÊ-LA!

Ingratos por tudo:
- Pela vida, pelo trabalho, por ter nascido pobre; por ter alguma deficiência física; por não ter alcançado objetivos da vida; por tudo dar errado na sua vida.

- Ingratos pelos desamores, pelas traições; ingratos aos pais.

A ingratidão tem que ser vencida, pelo amor, pela misericórdia. Ainda que possamos ser maltratados, enganados, mal falados; e sem alcançar os objetivos da vida... Vamos continuar gratos a Deus, e à Verdade do Evangelho.

Sendo gratos, mesmo quando tudo não vai bem...

Não podemos perder o foco, a direção e ação.

Vamos continuar! ...agindo para o crescimento espiritual, e ser útil ao Corpo e à comunhão de Cristo.

PORQUE ESSA É A ÚNICA VERDADE DESSA VIDA!

E essa Verdade é que nos leva à Vida Eterna, e nos dá o Verdadeiro galardão da vida.

Por sermos alcançados pelas misericórdias de Deus, para sairmos das trevas e vivermos o Verdadeiro Amor de Cristo, que é a comunhão dos Santos.

Onde há o zelo e a comunhão com o Corpo de Cristo, de viver na intensidade do Amor de Cristo derramado em nossos corações, preferindo-nos uns aos outros.

De ter uma vida vocacionada, em ser participante do Corpo de Cristo, em unidade de fé, se esforçando a ser útil e interagindo em todo tempo, com ações de graça, no socorro aos Santos, nas orações, na prática da Justiça.

Defendendo e agindo em favor dos que estão sendo chamados para salvação; para sermos coluna na vida dos irmãos em Cristo Jesus; para sermos usados por Deus, no fortalecimento e crescimento espiritual.

Este século: onde os valores carnais (mundanos) são maiores...

Quando os valores do mundo se tornam maiores em nossas vidas, nos tornamos ingratos e indiferentes com o Corpo de Cristo:
“Achamos” que não temos nada a ver com a carga dos que estão no campo de trabalho pelas vidas.
...E ainda, nos sentimos incomodados, quando somos advertidos, que temos que estar envolvidos na prática da Justiça e do Amor pelas Vidas.

UM MUNDO QUE VIVE “CADA UM PRA SI, E DEUS PRA TODOS”.

Toda a essência do Evangelho é para levar o homem a Deus: em um só coração, uma só direção, uma só unidade de fé, uma comunhão, um só Corpo [todos unidos dentro de um só propósito], fazer todos chegarem ao crescimento perfeito do homem para Deus.

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do Corpo de Cristo; Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.” Efésios 4:11-13

 

O VÍNCULO DA PERFEIÇÃO É O AMOR.
O amor se doa: ele é humilde, perdoa, tem misericórdia e compaixão.

“Quanto aos fiéis que há na terra, eles é que são os notáveis nos quais tenho todo o meu prazer.” Salmos 16:3

“Os olhos do Senhor contemplam os Justos, e seus ouvidos estão atentos ao seu clamor por socorro.” Salmos 34:15

 

Enquanto o homem, cheio de orgulho, soberbo, em suas razões, e os seus sentimentos estiverem operando dentro de si:
- Ele se isola; não busca a comunhão, de andar na Verdade do Evangelho;
- Se torna independente, egoísta;
- Não tem gratidão alguma.

O ingrato está sempre ocupado:
- Sempre tem uma desculpa “pra tudo”;
- Nunca reconhece o esforço do outro (sempre as suas prioridades são mais importantes);
- Sempre com as mesmas desculpas: - quando Deus quiser, - quando Deus preparar, - no tempo de Deus, ... Sempre vai se alongando no “nome de Deus”.

O grato Justo diz: “Eis-me aqui, Senhor!” Porque ele sabe, que ele é importante para auxiliar no Corpo de Cristo.

Temos que ser gratos em todo tempo a Deus. Temos que ser gratos aos que carregam a preciosa semente, e fazem Justiça aos que pregam o Evangelho genuíno, que estão Verdadeiramente envolvidos no Corpo de Cristo.

“Sendo assim, quem é o servo fiel e sábio, a quem o Senhor confiou os de sua casa para dar-lhes alimento no seu devido tempo?” Mateus 24:45

“Associo-me a todos os que te temem e observam tuas ordenanças.” Salmos 119:63

A GRATIDÃO NÃO SE ISOLA.
A GRATIDÃO NÃO SE ENSOBERBECE.

Ela é humilde, praticante do bem, generosa, hospitaleira [hoje é uma das maiores dificuldades do Corpo de Cristo que se encontra – a falta de hospitalidade].

E ter o amor e o prazer [de estar unidos] e receber os irmãos em Cristo, para partilhar a unidade da fé, na qual Cristo uniu a sua igreja.

O vínculo e a perfeição do cristianismo = é a hospitalidade, tendo prazer e amor na comunhão.

Diferente do homem natural, que não quer compromisso, e nem ser incomodado; quer viver uma vida individualista...

 

Tem homens do mundo, que são mais gratos do que os que são chamados a serem salvos.

OS HOMENS DO MUNDO SÃO GRATOS E TÊM COMUNHÃO

Quando se dispõem a terem festas, bebedices, prazeres, e não medem esforços para os trabalhos que vão ter (e nem os gastos) para proporcioná-las...tamanha é a comunhão dos seus prazeres.

 

Quando Jesus diz: que mais sábios são os filhos das trevas que os filhos da luz.

Quando éramos do mundo, agradávamos o mundo, nos esforçávamos pelo mundo.

Não medíamos força, tempo, distância... Poderia ficar até dias sem dormir; rodaríamos “quilômetros” para buscar prazeres.

 

MAS AGORA, CADÊ ESSE PRAZER? CADÊ ESSA FORÇA, ESSE ÂNIMO DE BUSCAR A VERDADE EM DEUS??

Passamos até a ser críticos dos que andam nessa forma [de fanatismo], em Cristo Jesus.

Buscamos um formato visual [de nossa sabedoria] de nos Justificar, para não estarmos envolvidos na Verdadeira comunhão, do Corpo de Cristo, e defender a causa do Evangelho.

Mas os Verdadeiros (os que vivem nessa Verdade), têm um coração grato, em todo tempo, e não medem esforços para não se apartar da comunhão de Deus [e do Corpo de Cristo], interagindo em todo tempo.

Porque seu prazer está em Deus, está no Amor ao Corpo de Cristo:
“Bem-aventurados aqueles cujos caminhos são íntegros e que vivem de acordo com a lei do Eterno!” Salmos 119:1
“Feliz o servo a quem o seu Senhor surpreender agindo dessa maneira quando voltar.” Lucas 12:43

Não adianta ficar rezando, orando, lendo a bíblia, escutando mensagens, ouvindo louvores, cantando louvores, ... Se não tiver a prática e ação [para ser útil], e estar envolvidos nas obras de Justiça que Deus quer, isso tudo é vão.

“Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Porque, assim como o Corpo sem o Espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.” Tiago 2:17,26

FOMOS CHAMADOS PARA SERVIR! E precisamos seguir a Cristo, para termos esse vínculo da perfeição: se fazendo o mais humilde dos homens e sendo obediente até a morte de cruz.

O Senhor Jesus veio fazer a vontade do Pai, e nos deixou a vontade do Pai, para nós fazermos.

E vontade do Pai, para nós, é esta: de sermos servos uns dos outros, unidos com o vínculo do amor.

“Se alguém me serve, precisa seguir-me; e onde estou, o meu servo também estará. Aquele que me serve será honrado por meu Pai.” João 12:26a

 

DEUS QUER QUE VIVAMOS NA GRAÇA = GRATOS POR TUDO, E VIVENDO PARA SER GRATOS.

Gratos em todas as condições.

Aprenda a agradecer, mesmo que não receba...

Aprenda a ser grato: pelo ar que respira, pelo alimento físico e pelo alimento espiritual que recebemos todos os dias.

Devemos agradecer pela vida. E precisamos nos tornar praticantes dessa gratidão para com todos.

Deus abençoe.

Pastor Carlos Alberto Daniluski - Mensagem do Dia – 02/11/2020

Ouça nossas mensagens no site https://www.casadosenhor.com.br - Rádio Web Nova Vida - 24 Horas On-Line

Número de visualizações 230