Verdadeira Páscoa


A verdadeira páscoa é Jesus, que derramou seu sangue em favor de nós.

E nos cobre com seu sangue, para nos purificar, para que a ação da morte não nos toque.

Os hebreus foram guardados pelo sangue do cordeiro, quando ungiram suas ombreiras e as vergas das portas, no qual o anjo da morte não podia tocá-los. Ler êxodo 12:7,23

Jesus é nossa páscoa e foi sacrificado por nós.

Não devemos comemorar a páscoa como fazem os pagãos.

Porque essa prática não é da igreja primitiva, mas foi instituída no século IV, pela igreja católica, junto a elementos pagãos.

Criando suas liturgias com simbolismos, penitências, rituais; usando datas comemorativas de deuses pagãos, e utilizando seus símbolos, como coelho, que representa eostern - a deusa da fertilidade.

A páscoa era uma festa comemorativa dos judeus, pela saída do povo do Egito, a qual era comemorada no primeiro mês de cada ano, do calendário judaico, que hoje é o ano 5778.

Mas nós, como cristãos salvos, remidos pelo sangue do cordeiro, fazemos menção em todo tempo, porque o nosso Senhor é vivo.

 

Temos que seguir o exemplo dos apóstolos - porque Jesus instituiu o fundamento do corpo de Cristo, através dos apóstolos.

Nossa páscoa deve ser um memorial -  testificar o sacrifício que Jesus fez por nós, todas as vezes que nos reunirmos para partir o pão e tomar do cálice, até que ele venha.

“Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; E, tendo dado graças, o partiu e disse: tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha. Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.” 1 Coríntios 11:23-30

 

NÃO ADIANTA FAZER QUALQUER COMEMORAÇÃO EM PECADO!

Comer e beber do cálice indignamente, para que não sejamos condenados.

Paulo nos instrui, a limparmo-nos do pecado do velho homem, para sermos nova massa.

Para não desfazermos do sacrifício de Jesus, que deu sua vida em favor de nós.

 

“Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade”. 1 Coríntios 5:7,8

 

Nossa páscoa não tem coelho e nem ovo, que é uma motivação passageira, que não pode salvar e nem curar.

Mas temos o cordeiro da páscoa Jesus, todos os dias, até a consumação dos séculos; que ressuscitou e nos deu vida nele.

Deus abençoe!

Pastor Carlos Alberto Daniluski - Mensagem do dia 01/04/2018

Ouça nossas mensagens no nosso site

www.casadosenhor.com.br - Rádio Web Nova Vida - 24 Horas On-Line

Salve nosso número do WhatsApp no seu celular para receber estudos +55 (11) 98704-5053

Acompanhe também nossos canais para ser edificado pela Palavra.

Facebook - https://www.facebook.com/casadosenhor

Instagram - https://www.instagram.com/casadosenhor

Youtube - https://www.youtube.com/casadosenhor

Número de visualizações 642