O Amor Que Precisamos Viver


OS OLHOS DO SENHOR ESTÃO SOBRE OS JUSTOS E SONDA AS INTENÇÕES DO CORAÇÃO

Quando nosso Amor e ações são assistidas por Deus e fica em Seu memorial.

 

Nos classificamos como sendo Cristãos - porque aderimos a um estado religioso; porque vamos à igreja; participamos dos cultos; até ajudamos em todo cerimonial religioso, com cânticos, com orações, com congressos, com cargos; ...e pagamos o dízimo.

Damos os dízimos às instituições religiosas.

 

MAS, SERÁ ISSO QUE DEUS ESTÁ REQUERENDO DE NÓS? BAJULAÇÕES??!!

Enquanto nosso coração e nossas ações estão longe do nosso próximo...

Amar a Deus sobre todas as coisas nos leva a amar nosso próximo como a nós mesmos.

 

É preciso sair desse ritual e cerimonial religiosos e colocar o Amor nas Almas.

Deus deixou esta obra para os homens: para que ele exerça o Amor para com seu próximo.

É dever de todo cristão: participar, ajudar, orar pela vida do seu próximo.

Muitos, até veem a necessidade dos irmãos, mas passam de longe.

Outros acham “que é Deus que vai ajudar” [podem até ajudar...], mas oram para Deus fazer aquilo no qual eles teriam que fazer.

Deus nos dá seus mandamentos e nos designa estar atentos ao socorro e necessidades dos Santos.

Deus nos mostra, através das ações de homens [que não eram judeus e nem eram chamados filhos de Abraão], mas eram homens estrangeiros que tinham o Amor pelo próximo.

CENTURIÃO CORNÉLIO

“E havia em Cesaréia um homem por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana, Piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus. Este, quase à hora nona do dia, viu claramente numa visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e dizia: Cornélio. O qual, fixando os olhos nele, e muito atemorizado, disse: que é, Senhor? E disse-lhe: as tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus”; Atos 10:1-4

 

O QUE CORNÉLIO FAZIA ESTAVA NO MEMORIAL DE DEUS.

Cornélio não poderia ser salvo por aquelas obras, mas suas obras davam testemunho de Amor perante Deus.

Damos os nossos dízimos às instituições religiosas, para gastarem nos seus deleites.

Mas, quando damos esmolas, elas sobem ao memorial de Deus.

O Amor de Cornélio ao próximo abriu o caminho para sua salvação.

Esse homem, que era um estrangeiro perante os judeus, era assistido por Deus. E recebeu até um anjo de Deus, que o induziu a chamar Pedro, para que fosse evangelizado para ser salvo.

 

O AMOR ESTÁ ACIMA DO DÍZIMO, PORQUE O FIM DO MANDAMENTO É O AMOR.

JESUS REPREENDEU OS ESCRIBAS E FARISEUS, QUE ELES DAVAM O DÍZIMO DE TUDO, MENOS DA MISERICÓRDIA.

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” Mateus 23:23

“Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. A ninguém devais coisa alguma, a não ser o Amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei. Com efeito: não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: amarás ao teu próximo como a ti mesmo. O Amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o Amor.” Romanos 13:7-10

 

Nós, que nos declaramos “Cristãos”, “Santos de Deus”, mas estamos com o coração duro, tão fechado, insensível às necessidades dos Santos...
JESUS NOS MOSTRA A NECESSIDADE DO AMOR E AÇÕES, QUE TODOS DEVEMOS TER!

“E, respondendo Jesus, disse: descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E Ele disse: o que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: vai, e faze da mesma maneira”. Lucas 10:30-37

 

Não podemos passar de largo, quando está em nossas mãos fazer o bem, ajudar, ter ações de misericórdia.

Ficamos esperando “Deus agir” na vida das pessoas, QUANDO ESTÁ EM NÓS, FAZER!

DEUS QUER QUE PRATIQUEMOS A COMPAIXÃO, A MISERICÓRDIA, A AJUDA.

A Essência do Cristianismo é o Amor. Esse Amor precisa ser praticado pelos Cristãos.

Queremos orar, passando para Deus, aquilo que nos foi dado para praticarmos.

É de nossa responsabilidade, para que haja fervor deste Amor, uns pelos outros.

O Amor de Deus nos leva a termos “por preciosa as almas”, e tira nossa dureza e mesquinhes. Tira o medo, a indiferença.

NOS ENSINA A DIVIDIR O PÃO DE CADA DIA... E DEUS SUPRIRÁ AS NECESSIDADES DO AMANHÃ!

 

O que adianta? Tanto cerimonial religioso, se não praticarmos o Amor??!

Cornélio orava, mas tinha o Amor de dar muitas esmolas.

O MELHOR É DAR DO QUE RECEBER!

Queremos só receber... Ficamos egoístas, e nos leva só a pedir, pedir, ...e pedimos e não recebemos porque pedimos mal.

“Pedis e não recebereis porque pedis mal, para o gastardes em vossos prazeres.” Tiago 4:3

VERDADEIRAMENTE, O FIM DO MANDAMENTO É O AMOR

“Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.” João 13: 34

“O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.” João 15: 12

“Ora, o fim do mandamento é o Amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.” I Timóteo 1:5

“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu Amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu Amor. O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.” João 15:7-12

DEUS É AMOR, E NOS FEZ PARA VIVERMOS EM SEU AMOR, UNS PARA COM OS OUTROS.

O AMOR PARTICIPA...

Deus abençoe.

Pastor Carlos Alberto Daniluski - Mensagem do Dia - 09/03/2020

Ouça nossas mensagens no site https://www.casadosenhor.com.br - Rádio Web Nova Vida - 24 Horas On-Line

Salve nosso número do WhatsApp no seu celular para receber estudos +55 (11) 98704-5053

Número de visualizações 727